Análise de concorrência para empresas SAAS: 4 dicas importantes

imagem de análise de concorrência

Toda empresa precisa se diferenciar no mercado para fazer frente à concorrência. No caso das empresas SaaS (Software as a Service) isso é ainda mais importante, tendo em vista que se trata de uma segmentação muito técnica e específica. Nesse sentido, uma boa análise de concorrentes vai além de simplesmente estudar o mercado.

Também é preciso promover os diferenciais do negócio a fim de que o público-alvo se identifique de imediato com a sua solução e não precise sequer pesquisar na concorrência.

É disso que falaremos neste conteúdo, explicando a real importância de uma análise de concorrentes bem feita e como executar essa tarefa na prática, alinhando objetivos claros e suporte tecnológico de ponta. Vamos lá!

Se você se interessou pelo assunto e quer ter leads mais qualificados para melhorar seus resultados em vendas, nós podemos ajudar sua empresa! Depois de aproveitar o conteúdo, entre em contato e agende uma conversa com nossos especialistas.

O que é análise de concorrência?

Em uma definição simples, a análise de concorrência é o estudo aprofundado de todos os concorrentes diretos de um negócio, ou seja, aqueles que atuam no mesmo segmento e oferecem soluções semelhantes.

Compreender os desafios de mercado dos seus concorrentes é importantíssimo não só para saber como eles estão lidando com essas dores, mas, sobretudo, para avaliar se a sua empresa está no caminho certo — isto é, se a sua empresa vem conseguindo driblar os desafios do segmento, oferecendo soluções diferenciadas para os clientes.

Não à toa, a análise de concorrência também é conhecida pela expressão “análise de mercado”, pois o objetivo central dessa tarefa é justamente evidenciar os percalços do segmento para, assim, pensar em estratégias capazes de mitigar riscos e promover melhorias contínuas no seu processo empresarial.

Quer entender como o trabalho da Pré-Venda te ajuda a aprimorar seu processo comercial? Aproveite esta dica do nosso CEO Théo Orosco e veja como transformar as conversas dos pré-vendedores em dados ricos para a sua operação. 

Qual a importância da análise de concorrentes?

A importância da análise de concorrentes está diretamente relacionada à credibilidade da sua marca. Afinal, quanto maior for a confiabilidade de uma empresa, mais ela ganhará a preferência dos clientes — ou seja, ela largará sempre à frente dos concorrentes diretos.

É por isso que, quando falamos em análise de concorrência, a intenção é olhar para o concorrente direto não para “replicar” o que ele vem fazendo, mas sim para identificar como você pode oferecer uma solução ainda mais completa e inovadora ao público do segmento.

Como consequência desse processo, seus prospects vão se identificar mais rapidamente com o produto ou serviço que sua empresa oferece. E, nesse percurso, você se tornará uma autoridade naquele nicho de mercado, oferecendo diferenciais que vão manter a sua empresa sempre competitiva.

Nesse sentido, podemos dizer que a real importância da análise de concorrência está no modo como o gestor identifica uma oportunidade de crescimento. Isso significa que os gargalos internos evidenciados após analisar o concorrente podem se tornar possibilidades de melhorias constantes em sua própria empresa.

Do mesmo modo, se o gestor perceber que já se encontra numa posição de destaque frente aos concorrentes diretos, ele poderá replicar aquele planejamento estratégico reforçando diante de sua equipe os padrões que vêm trazendo o resultado esperado.

Ou seja, a análise de concorrência retroalimenta um ciclo de estratégias de sucesso ao mesmo tempo em que permite corrigir eventuais gargalos antes de se tornarem agravantes no processo comercial.

Vantagens de analisar a concorrência

Além do que já mencionamos, analisar concorrentes periodicamente traz outros benefícios. Uma análise de concorrentes muito espaçada, por exemplo, pode não surtir o efeito esperado, pois processos comerciais estão o tempo todo sujeitos às oscilações do mercado. Entender as nuances do mercado é fundamental para uma tomada de decisão assertiva.

Sendo assim, as variáveis que foram analisadas em determinado período podem já não ter tanta importância assim em outro momento. Por isso, definir um cronograma de análise de concorrentes alinhado às nuances do mercado também é algo importante para ter sucesso na sua avaliação.

Nesse caso, além do benefício de fazer uma análise mais precisa e confiável, você aprofunda a visão estratégica do seu negócio, segmentando, por exemplo, as melhores oportunidades de crescimento conforme a época do ano. E por aí vai.

Pontualmente, as principais vantagens da análise de concorrência são as seguintes:

  • Prevê possibilidades de ajustes;
  • Gera melhorias contínuas;
  • Ajuda a corrigir gargalos;
  • Mantém seu time alinhado;
  • Posiciona melhor a sua marca;
  • Permite inovar nas ações promocionais;
  • Aprimora seu planejamento estratégico;
  • Evidencia os diferenciais da sua marca;
  • Contribui para replicar padrões de sucesso;
  • Otimiza o uso dos recursos financeiros;
  • Expande as possibilidades de faturamento.

4 dicas para fazer análise de concorrência

Resumimos 4 dicas práticas que vão ajudar você a fazer uma análise de concorrentes baseada na inteligência comercial e na avaliação de indicadores sólidos. São elas:

1. Defina metas claras e possíveis

Toda análise de mercado parte de um bom planejamento. Não adianta querer “investigar” a fundo seus concorrentes diretos se você não sabe sequer quais aspectos você quer verificar.

Nesse sentido, comece a sua pesquisa definindo metas e propósitos claros, isto é, direcionando seu olhar para os pontos de maior interesse no concorrente, de modo a enxergar como aqueles indicativos poderão ser trabalhados no contexto do seu negócio.

Alguns objetivos prévios para uma análise de concorrência são universais. Você pode começar se guiando por eles. Por exemplo: a sua intenção é definir uma política de preços mais compatível com o mercado? Melhorar a percepção que seu cliente tem da marca? Investir em ações promocionais mais estratégicas?

Pense em todas as possibilidades e, a partir daí, veja quais são seus objetivos prioritários e, principalmente, se eles são aplicáveis. Afinal, não dá para “abraçar o mundo” em um primeiro olhar para o concorrente, certo? Vá aos poucos definindo seu percurso e validando seus objetivos.

2. Saiba quais variáveis avaliar

Essa dica está intimamente ligada à anterior. Como dissemos, você precisa saber de onde está partindo para fazer uma análise de concorrentes que seja minimamente confiável. Por isso, defina com clareza quais indicadores você quer verificar nos seus concorrentes diretos e de que modo isso impacta na sua estratégia interna.

Faça uma tabela detalhada com todos os dados que você pretende captar e procure contar com suporte tecnológico para organizar essas informações de forma didática. Isso vai facilitar muito o processo analítico em si, gerando insights ágeis para que você possa colocar em prática uma estratégia cada vez mais diferenciada.

3. Faça um bom levantamento de dados

Uma vez definidas as variáveis que você quer avaliar na sua análise de concorrência, é hora de “colocar a mão na massa” e começar a levantar os dados que lhe serão úteis a partir do concorrente. A política de preços dele te interessa? As ações promocionais? Os prazos praticados?

Pois bem. Tenha em mente como todos esses aspectos podem impulsionar a sua estratégia e procure definir junto à sua equipe a melhor maneira de colocá-la em prática, pensando em questões como sazonalidade. Afinal, certas épocas são mais propícias a lançamentos e promoções, por exemplo.

4. Conte com o auxílio de ferramentas inteligentes

Contar com suporte tecnológico adequado otimiza a sua análise de concorrência desde o planejamento até a avaliação dos indicadores em si. Como são muitas as informações que estão em jogo nesse tipo de análise, é importante estruturar bem os dados para não se perder em meio a tanta informação e acabar não chegando à conclusão alguma sobre seus concorrentes.

Analisar concorrentes significa, antes de tudo, ter um olhar criterioso e guiado por dados confiáveis. Nesse sentido, aliar suporte tecnológico e equipes bem treinadas é importante para que os processos decisórios ganhem precisão.

Esse rigor baseado na inteligência comercial é o que vai tornar sua análise de concorrentes compatível com as exigências e oscilações do mercado e, assim, possibilitar iniciativas previsíveis de faturamento.

Quer utilizar inteligência de mercado para acelerar seu funil de vendas? Agende uma conversa com nossos especialistas e entenda como.

Quer saber mais a respeito? Entenda como transformar os visitantes do seu blog em vendas e impulsione sua taxa de fechamento. 

software vendas exact sales

Equipe Exact

Compartilhe

Você pode também se interessar por:

DEMONSTRAÇÃO GRATUITA
Aprenda a vender mais com nossos especialistas tirando todas as suas dúvidas sobre nosso software para vendas